#Guia Lorean: o que esperar e o que cobrar de uma agência de comunicação?

O trauma de agência é algo comum entre empresas que já precisaram contratar uma. E os motivos sempre são os mesmos: promessas não cumpridas, métricas impossíveis de serem alcançadas, mas colocadas na apresentação do Power Point para “fazer bonito”, falta de estratégia e, o principal, não analisam o contexto do negócio.

A máxima “toda agência é igual, só muda de endereço” não é, de fato, uma mentira. Nós não estamos aqui para falar mal das agências e dizer que são todas ruins, desorganizadas e sem processos definidos. Pelo contrário, nós somos admiradores de tantos colegas de profissão que conseguem fazer diferente e tirar essa “mancha” do mercado. E geralmente essas pessoas não gostam mesmo de serem comparadas com “agências comuns”.

Nós estamos aqui para falar exatamente sobre quais devem ser as suas expectativas ao contratar uma agência, explanando sobre o que de fato pode ser real e o que não é. E sim – vamos aproveitar para contextualizar a Lorean nesse universo.

  • Tudo começa no diagnóstico, incluindo o que o cliente não quer fazer, mas precisa!

Independentemente do projeto que você esteja contratando de uma agência de comunicação e/ou publicidade, desconfie de empresas que já mostram de antemão o que será feito e que prometam resultados para “ontem”. No marketing não existe receita de bolo.

Cada negócio tem uma necessidade diferente, logo, é impossível trabalhar com uma receita pronta para todas as empresas. Além disso, é muito importante estudar a história de cada Organização, concorrentes, analisar dados e compreender o público do negócio. Isso é fundamental para qualquer projeto de comunicação, desde a contratação de gestão de mídias sociais até uma grande proposta de rebranding, por exemplo. Em suma, guarde essa frase: JAMAIS ACEITE UM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO FEITO SEM UM ESTUDO PRÉVIO.

Um bom diagnóstico vai muito além da apresentação de uma matriz swot (aquela das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças), sabe? Um estudo assertivo do seu negócio é aquele que traz indicadores, mostra o cenário do mercado, analisa os pontos bons e ruins da concorrência e demonstra o que precisa ser mudado e o que é necessário para o progresso.

  • Não existe planejamento sem estratégia.

A agência contratada prometeu cinco postagens nas mídias sociais na semana, gravação de vídeos uma vez por mês, gerenciamento de anúncios patrocinados… Tudo isso em um pacote que vai “trazer muito engajamento”.

Mas e aí, qual a estratégia está por trás disso? Existe uma definição de linha editorial a ser trabalhada – ou serão postagens aleatórias somente com base nos produtos? Em algum momento essa agência falou de persona, linguagem ou posicionamento? Se não falou, desconfie. Algo está muito errado.

É necessária a análise do impacto desses canais no negócio, a definição de métricas e indicadores a serem analisados durante o projeto, definindo assim tudo o que é essencial para o sucesso. Muitas agências abraçam tudo o que o cliente quer, e muitas vezes as necessidades são muito diferentes e mais latentes que os desejos.

A grande verdade é que não existe execução sem planejamento correto e sem mensuração do que pode ser esperado. De nada adiantam cinco posts semanais sem direcionamento e sem entendimento de quem é e o que espera o público da marca em questão.

Por isso, enquanto cliente, deixe bem claro quais são as suas expectativas e o momento pelo qual o seu negócio está passando, para que a agência, por sua vez, trace um projeto assertivo e profissional sob a SUA realidade. Métricas boas são aquelas que estão dentro do seu parâmetro. E uma agência de verdade demonstra as possibilidades de forma coerente às expectativas.

  • Bons resultados advêm de processos definidos

Nós já falamos de diagnóstico, planejamento… Mas e os resultados? Tenha em mente que nada será atingido se processos e prazos não estiverem claros desde o início. É importante que a agência apresente tudo o que será feito, explique sobre os profissionais que estão por trás do seu projeto e alinhe prazos.

Reuniões são importantes, mas o excesso atrapalha muito. É preciso combinar antes quando e como serão feitas e ter sempre pré-definido o dia da apresentação do relatório – seja mensal, trimestral ou semestral. Você, cliente, precisa de um acompanhamento em todo o percurso, pois se for necessário mudar algo na estratégia, a agência deve estar ali por você.

  • Não deixe de sonhar por “falta de verba”

Sim, existem agências que vão contar para você que sua lembrança de marca só vai aumentar com grandes comerciais ou projetos enormes de marketing de influência. Existem as que vão falar que projeto com pouca verba não existe, e que não é possível adaptar. Não apresentam justificativa ou solução.

Existem agências que vão falar que você precisa agregar valor a sua marca o tempo todo, e que isso só é possível com orçamentos grandiosos. Fique tranquilo, não é bem assim que funciona. Felizmente a comunicação é algo democrático e evolutivo, e toda ideia é bem-vinda dentro de um cenário equilibrado.

O planejamento deve ser uma mescla entre a necessidade do negócio e a realidade financeira, definindo ações prioritárias, montando um plano de ação coerente e que traga projeções de crescimento com base em um ROI – Retorno Sob o Investimento. Acredite: uma comunicação estratégica, criativa e constante são os maiores pilares possíveis de serem trabalhados através da parceria agência-cliente. O dinheiro é importante, sim. Mas quando mal aplicado, é um coadjuvante.  Mil reais bem direcionados são muito mais valiosos que 50 mil reais sem um propósito real, que existem apenas para falar de “boa verba”.

E onde a Lorean entra nisso tudo?

Nós somos uma com foco em geração de resultados e criatividade. Mas não, nós não somos uma agência de comunicação. Parece confuso, mas na verdade é o que queremos transmitir em cada detalhe do nosso posicionamento.

Nós somos uma agência de negócios e temos a criatividade como o centro de todos os nossos trabalhos. Nós impactamos o crescimento de empresas a partir do nosso próprio crescimento.

São cinco anos atuando com cases de branding, mídias sociais, performance, criação de websites, tráfego pago, projetos de pesquisa e muito mais para diferentes segmentos: indústria, tecnologia, gastronomia, transporte, saúde e varejo. Nós não fazemos distinção de projetos por conta de verba X ou Y. Nós apresentamos o diagnóstico, o cenário vigente e planejamos o que pode ser feito de acordo com a necessidade e o investimento.

Sim, e se você já se perguntou sobre isso, o nosso nome veio do filme “De Volta para o Futuro”, cujo protagonista da história é o carro DeLorean DMC-12, uma máquina do tempo de visual arrojado e que, vez ou outra, apresentava algum problema mecânico. E existe narrativa mais interligada a processos comunicacionais do que essa?

Quando abraçamos um projeto, nós queremos, de fato, levá-lo para o futuro, ainda que tenhamos a compreensão do longo caminho traçado até lá – muito mais gradual, porém tão impactante quando uma máquina do tempo. A Lorean nasceu para trazer estratégias e ações de comunicação e marketing que levem a um futuro de resultados e que façam jus ao termo “longo prazo”.

E quanto mais negócios são transformados, mais a gente cresce também. E não tem nada melhor do que avançar em conjunto. Afinal, chega de trauma, não é mesmo?!

CONTATO